OSCOT debate segurança e cidadania em congresso

A segurança e a cidadania vão estar em debate, a 17/05/2015, num congresso organizado pelo Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT).

O congresso, que se realiza em Cascais, vai contar com a presença de especialistas em segurança, justiça e defesa, nomeadamente o antigo diretor da PSP Francisco Oliveira Pereira, o constitucionalista Bacelar Gouveia, os ex-presidentes do OSCOT, José Manuel Anes e o general Garcia Leandro, e os antigos ministros da Administração Interna, Figueiredo Lopes e Rui Pereira, atualmente presidente do OSCOT.

Ao longo de dois dias vão estar em debate temas como a segurança e comunidades locais, segurança e defesa, segurança e justiça, segurança e informações, segurança pública e privada e segurança e tecnologia.

Segundo o OSCOT, a noção de segurança é cada vez mais diversificada e não se foca apenas nas dimensões «militar e musculada, ou na segurança de pessoas e bens», atravessando «todos os fatores da sociedade que visam a confiança, o bem-estar e o desenvolvimento do país».

Nesse sentido, o OSCOT, no congresso, procura analisar a segurança nas variadas perspetivas, da componente estatal à sua articulação com a comunidade, novas tecnologias e mundo empresarial.

Fundado em 2003, o Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo define-se como «uma organização da sociedade civil, independente do Estado, que se preocupa com todos os aspetos que envolvem a segurança do cidadão e da sociedade em geral».